Sorbet de morango e framboesa – porque eu comprei uma sorveteira!!

Veja como a vida é esquisita. Quando eu tinha um emprego formal, ganhava o meu dinheiro e comprava roupas, sapatos… comida eu comprava, mas só porque eu precisava me alimentar. Tá certo, eu chegava todo dia tarde em casa, trabalhava o dia todo e muitas vezes no fim de semana e feriados, e precisava me vestir todos os dias pra trabalhar. Comida e comer eram detalhes preenchidos com muitos pratos prontos congelados… e potes daquela marca de sorvete bacana, importado, mas só quando estava na promoção.

Tinha um sabor deste sorvete, um sorbet de framboesa, bem difícil de achar, que eu gostava muitíssimo. Como era difícil de achar, muito mais difícil era achá-lo na promoção. Então este era um sabor que eu só provava de vez em quando, nas raras ocasiões em que ia na sorveteria da marca, lá nos Jardins.

Muitos anos se passaram, deixei os empregos formais (ou eles me deixaram) e parti para o mundo do comer e comer. Hoje, fazendo um paralelo com a situação que descrevi no começo do post, não como mais comida pronta congelada e todo dinheiro que ganho é usado para comida e seus acessórios maravilhosos. Há alguns anos, nunca imaginaria que eu pudesse deixar de comprar uma calça e uma blusa pra comprar uma sorveteira portátil! Pois foi o que eu fiz recentemente.

Comprei uma sorveteira porque estava em oferta e decidi não ser mais refém de promoção de sorvetes importados. Quando eu ainda morava com minha irmã, ela tinha uma sorveteira igual à que eu comprei e fizemos sorvete duas vezes. O sabor era maravilhoso, mas ficou muito líquido. Acabamos achando que a máquina era fraca e ficou por isso mesmo. Enfim, minha irmã se mudou e levou a sorveteira… e não tentei mais fazer sorvete, mas não deixei de comprar os sorvetes importados em promoção. Até que pensei muito, olhei muito a oferta e decidi comprar a máquina.

Fiquei bem receosa de tudo dar errado de novo, mas agora tenho um arsenal de livros de culinária, muitos com receitas de sorvetes caseiros. Li todas e principalmente as dicas, pois a receita eu já tinha escolhido: um sorbet de cranberry, do livro “Falling Cloudberries” de Tessa Kyros.

Quer dizer, a receita era de cranberry, mas substituí por framboesas e morangos, pois eu tinha as duas frutas congeladas em casa. Minha esperança era de que o resultado final fosse parecido com meu sorbet preferido, comprado e caríssimo.

A receita: Cranberry Sorbet

  • 5 xícaras ou 780 gramas de cranberries frescas ou congeladas, ou frutas vermelhas frescas ou congeladas (aí entrou minha intepretação da receita)
  • 1 e 1/2 xícara de açúcar
  • 3 e 1/2 xícaras de água

Estas eram as medidas da receita original, mas eu tinha apenas 360 gramas de morangos e framboesas congeladas e não estava a fim de comprar mais (afinal, dá que a receita não dá certo, não é?). Então fiz uma intrincada série de contas envolvendo porcentagens e regras de três e cheguei às medidas proporcionais à quantidade de frutas que eu tinha:

  • 360 gramas de frutas vermelhas
  • 1/2 xícara + 3 colheres (sopa) de açúcar
  • 250 ml de água

Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo até ferver.

Deixe ferver por 10 minutos, mexendo de vez em quando.

Apague o fogo, e deixe esfriar um pouco. (Eu deixei na panela por 20 minutos)

Bata a mistura no liquidificador e passe por uma peneira.

Uma dica importante é deixar esfriar a mistura e levá-la ao congelador por no mínimo 1 hora para que fique bem gelada, antes de colocar na sorveteira. Recado pra minha irmã: “Lu, foi aqui que erramos! A gente colocou a mistura morna na máquina!”

A minha ficou assim:

Segundo as instruções da sorveteira, a tigela da máquina deve ser lavada e colocada no congelador no dia anterior ao uso. A minha estava há 3 dias congelando.

A hora da verdade: segundo o manual de instruções:

Colocar a tigela congelada sobre a base da sorveteira;

Encaixar a pá misturadora, com a parte redonda para cima;

Colocar a tampa sobre a base e travá-la.

Plugue na tomada e chave no ON. Despejar a mistura pelo buraco no alto da tampa e deixar rodar por 20 minutos.

Começou assim:

Depois de 10 minutos:

Antes de completar os 20 minutos, já estava assim!!!

É importante colocar em um recipiente limpo e seco, apertando a massa com uma espátula ou colher para não deixar espaços com ar. Ao ser colocado no congelador, neste espaço se formarão cristais de gelo, alterando o sabor e textura do sorbet.

Não resisti e coloquei numa taça pra provar. Cremosidade: 10

O mais importante: o sabor… 10 também! Melhor do que eu esperava! Confesso que dada a quantidade de água na receita, pensei que ia ficar com um sabor fraco, mas ficou perfeito! Igual àquele que eu comprava! E com apenas 3 ingredientes… Adorei!

 

Não comprei a calça e nem blusa novos, mas não vou mais precisar mais sair de casa em busca de promos de sorvete!

Outra dica importante é, na hora de guardar, colocar um plástico, pode ser filme, encostado no sorbet ou sorvete, antes de colocar a tampa e levar ao freezer. Ajuda a evitar a formação de cristais de gelo sobre o sorvete. 

 

Sobre Ana Sakamoto

jornalista não praticante, vive em São Paulo. Gosta de cores e sempre atravessa na faixa.
Esse post foi publicado em Sobremesas, sorvetes e frozens e marcado , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Sorbet de morango e framboesa – porque eu comprei uma sorveteira!!

  1. Cláudia disse:

    Qual máquina sorveteira vc usa? Estou pesquisando e é dificil decidir sem testar….

    • Ana Sakamoto disse:

      olá Cláudia, a minha sorveteira é da cuisinart, aquele modelo mais facilmente encontrado nas lojas de equipamentos pra cozinha – o ICE 21. é um modelo caseiro, o motor gira devagarzinho, dá pra fazer só uma receita por vez, já que a tigela precisa ficar 24 hs no congelador. mas funciona bem. uma boa dica é você deixar a mistura de sorvete por 4 hs na geladeira antes de usar a máquina, para que o processo de congelamento fique mais rápido e o sorvete fique firme mais facilmente.
      espero ter ajudado
      um abraço
      Ana

    • Ana Clara disse:

      Claudia, tenho uma sorveteira Cuisinart para vender, faz sorvete em 20 min e tem capacidade para 1,5 litros por R$ 190,00. Quem interessar me chame no whats> 11 95647-1657

  2. Catarina disse:

    Ainda não me aventurei com sorbets, mas já fiz gelados deliciosos! ´Só não uso mais a máquina poruqe ocupa muito espaço no congelador – e dou prioridade à outra comida, mesmo quando a gulodice aperta🙂
    Adorei o resultado. Tenho amoras em casa e vou adaptar a receita!!!

  3. Adriana Shinobe disse:

    Nossa Ana Tá com um jeito ótimo rsrsrs Tô quase babando ….Ainda bem a vc é magrinha !!!!!

  4. estela disse:

    Querida Ana,

    Estava saudosa dos seus posts, que bom que voltou!
    Bjos,
    Estela.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s